top of page
  • Foto do escritorviniciusfalcaoamar

DEIXAR A DOR LOMBAR COMPLICAR NÃO É UMA BOA IDEIA.

Atualizado: 2 de mar. de 2022


Eu elenco 3 preocupações baseadas em evidências científicas que todo paciente com dor lombar deveria se preocupar:


1 - Perdas financeiras;


2 - Incapacidade física;


3 - Transformação de um sintoma para um "problema real".


Vamos destrinchar cada uma delas:


Você já está inscrito na Jornada da Dor Lombar? Se ainda não se inscreveu, esta é a oportunidade de receber mais conteúdos sobre dor lombar!

1 - Perdas financeiras:

De 2012 à 2016, o custo total com dor lombar no Brasil foi estimado em 2,2 bilhões de dólares (Isso naquela época, imagina como está hoje e experimente converter para reais).


Estamos falando de custos diretos (medicamentos, internações, cirurgias...) e indiretos (perda de produtividade, faltas no trabalho...) com saúde para uma nação e, consequentemente, para o seu bolso.


É muito dinheiro! Inclusive, você pode estar destinando parte das suas finanças para isso mensalmente.



IMAGEM 1 = Medicamentos analgésicos e antiinflamatórios

são uns dos mais procurados nas farmácias. Dos 2,2 bilhões, estima-se que 460 milhões de dólares foram custos diretos com saúde.







2- Incapacidade física:


1,73 bilhões de dólares (79%) foram "escoados" por conta de perda de produtividade no trabalho entre 2012-2016.


E se juntássemos todos os dias perdidos de trabalho dos brasileiros entre 2012-2016 isso daria 59 milhões de dias!


Sendo os homens mais afetados do que as mulheres.


Tem noção do tamanho da bronca?


Dá para evitar.



3 - Transformação de um sintoma para um "problema real":


Dizemos que uma dor torna-se crônica quando ela passa dos 3 meses (12 semanas). ⌛️


Antes disso, podemos considerar didaticamente como:

Aguda = até 1 mês e meio (6 semanas);


Subaguda= 1 mês e meio até 3 meses (6 à 12 semanas).


Para cada situação citada exige um manejo diferente por parte dos profissionais envolvidos. 😧


Imagine que uma coisa é sentir uma "dorzinha" outra coisa é uma vida em função de um problema. e um senhor "curriculum vitae".



IMAGEM 3: Incapacidade física justamente durante a fase produtiva de trabalho da vida não são coisas que combinam.






Resumo:

Problemas que eram pra ser resolvidos em poucas semanas/meses, tornam-se dores crônicas, causam prejuízos financeiros enormes e a incapacidade

pode perdurar por anos!


.


Vamos cuidar disso juntos?


.


Ainda não se inscreveu na Jornada da Dor Lombar? Se a resposta é não, esta é a oportunidade de ouro de receber conteúdos sobre dor lombar!

Fonte do conteúdo:

1. HARTVIGSEN J et al. What is low back pain and why we need to pay attention. The Lancet. 2018

2. VLAEYEN J. et al. Low back Pain. Nature Reviews /Disease Primers. 2018

3. CARREGARO R. L. et al. Low back pain should be considered a health and research priority in Brazil: Lost productivity and healthcare costs between 2012 to 2016. Plos One. 2020.



Curtiu saber disso? Compartilha com os amigos que se queixam da lombar.

_____________________________________________________________

📲 Precisando de ajuda para se ver livre de dores ou de lesões ou tem interesse em acessórios para exercícios? Entre em contato! (81) 99702-9439






0 visualização0 comentário

Commenti


bottom of page